Os profissionais da nutrição contam com várias áreas de atuação. No entanto, a maioria ainda permanece em dúvida, e acaba não sabendo definir quais os nichos para o seu consultório. 

Neste artigo abordaremos os principais caminhos possíveis a seguir na profissão de nutrição, e o que considerar na hora de fazer essa escolha. Se você ainda tem dúvidas de onde colocar seus esforços para decidir seu nicho de trabalho, confira!

O que é um nicho na nutrição?

Em primeiro lugar, é preciso entender que nicho é um segmento do mercado de trabalho, formado por um grupo de pessoas com interesses e preferências profissionais específicas. 

Para ficar mais fácil de entender na prática, um bom exemplo é o médico com especialização em ortopedia, mas focado especificamente em pacientes com lesões no ombro. Apesar de ter se especializado em diversos problemas relacionados à sua área de atuação profissional, seus esforços estão concentrados em um grupo de pessoas com problemas em determinada parte do corpo.

Parece simples, mas atuar em um nicho definido para seu consultório, ou seja, ter um atendimento direcionado para uma área mais específica, pode ajudar (e muito) na sua experiência e no seu crescimento profissional. Isso facilita seu posicionamento e ganho de autoridade na área, visto que sua atenção é voltada para um grupo de pacientes com problemas e necessidade em comum.

Quais os principais nichos para consultório de nutrição?

Antes de mais nada, é preciso reforçar que “nicho” é diferente de “abordagem nutricional”. Sim, são coisas diferentes, mas é muito comum serem confundidas. 

Nicho é o segmento de atuação que tem como foco a atenção a um grupo de pessoas com necessidades e problemas específicos – e você irá ajudá-las a lidar com suas dificuldades e resolver seus problemas, utilizando a abordagem nutricional que você escolheu e/ou se especializou. 

Portanto, a abordagem é a forma como você irá atendê-las. Por exemplo, você pode ter um nicho voltado para mulheres (saúde da mulher) e utilizar a abordagem comportamental em suas condutas, ou então a nutrição funcional.

Dessa forma, listamos abaixo os principais nichos para consultório de nutrição:

  • Atletas de elite
  • Cirurgia bariátrica
  • Emagrecimento estético
  • Crianças e adolescentes
  • Vegetarianismo e veganismo
  • Gestantes e tentantes
  • Saúde da mulher
  • Alergias e intolerâncias alimentares
  • Fitness e wellness
  • Diabetes
  • Doenças renais
  • Materno-infantil
  • Distúrbios alimentares
  • Oncologia
  • Gerontologia
  • Doenças crônicas não transmissíveis

Esses são apenas algumas das principais opções disponíveis no mercado da nutrição. Além disso, os nichos podem ser mais amplos ou mais específicos, e até mesmo se complementarem na prática. Por exemplo, você pode atender pessoas que buscam hipertrofia muscular e emagrecimento dentro do nicho fitness e wellness

Porque o nutricionista deve escolher um nicho para o seu consultório?

Ainda falando no exemplo acima sobre o médico ortopedista, vamos supor que você ou alguém da sua família comece a sentir uma dor muito forte no ombro após um exercício físico feito de maneira incorreta. Imediatamente, qual médico você irá buscar para resolver seu problema? Um ortopedista que atende uma série de problemas ou um especialista no seu problema específico? 

Pois bem, na área da nutrição acontece o mesmo!

O nutricionista que atua em um nicho de mercado bem definido pode se aprofundar e se aprimorar cada vez mais no assunto, tornando-se uma referência na área, uma vez que seus esforços estarão voltados a entender e estudar muito mais sobre problemas específicos. Além disso, sua comunicação e seu posicionamento são mais efetivos e direcionados, contribuindo para sua experiência e crescimento.

Assim, entendendo mais detalhadamente as dores e os problemas do seu nicho, maiores serão as chances de estabelecer uma conexão maior com seu público e se tornar referência no assunto, fortalecendo sua marca profissional.

Como definir seu nicho na área de Nutrição?

Por fim, temos uma das etapas mais difíceis: definir qual nicho você irá direcionar os seus esforços de atendimento. Para te ajudar nessa, trouxemos algumas dicas que podem te orientar nessa decisão tão importante.

Primeira dica: anote seus nichos de interesse, as áreas que você tem mais afinidade e sempre teve mais vontade de estudar. Coloque em ordem de preferências e pense no tipo de pessoa que você quer atender ou ajudar a resolver o problema.

Faça uma pesquisa de mercado e de oportunidade com essas áreas que mais te chamam atenção. Investigue se existem outros profissionais que atendem o mesmo público em sua região, como está a procura, veja quais são as referências do assunto no mercado, qual a projeção de atuação nesse nicho, e avalie se isto está de acordo com seus interesses profissionais.

Por último, analise todas as opções e informações que você ponderou, os pontos positivos e negativos de cada um, e é claro, o que te atrai mais, com qual nicho você se identifica e se vê atuando. 

Lembre-se que para ter uma conexão com seu público você precisará entender todas as suas dificuldades e problemas para poder solucioná-los. Por isso, leve em consideração também o nicho que te motiva, que te empolga, que você mais gosta. Afinal, tudo começa pelo que te dá mais ânimo, pelo que você mais gosta!