Gene: TRHR (rs16892496)

Nome: Receptor do hormônio liberador de tireotrofina

Função: este gene codifica o receptor que se liga ao hormônio liberador de tireotrofina, estimulando a liberação de hormônios da tireóide, como a tiroxina.

Esta regula o metabolismo geral do nosso organismo para produção, armazenamento e uso de energia, tendo papel no desenvolvimento dos músculos esqueléticos. Assim, o gene está associado ao ganho de massa corporal magra.

Possíveis genótipos para o gene TRHR

G/G 

Pessoas com este genótipo tendem a produzir o receptor TRHR com maior afinidade ao hormônio TSH (hormônio tireoestimulante ou estimulador da tireóide), gerando maior aumento de massa magra corporal.

G/T e T/T

Pessoas com estes genótipos tendem a produzir o receptor TRHR com menor afinidade ao hormônio TSH, gerando menor aumento de massa magra corporal.

Gene TRHR e o desenvolvimento muscular

O hipotálamo é uma região do cérebro responsável por regular a homeostase ou equilíbrio fisiológico do nosso organismo por meio da liberação de hormônios. Dentre estes está a tireotrofina (TRH), que se liga ao seu receptor na adeno-hipófise, o TRHR.

Uma vez ativado, este receptor é capaz de promover a liberação do hormônio tireoestimulante (TSH), que então age na tireóide liberando os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que modulam o metabolismo lipídico, glicídico e proteico, além do desenvolvimento celular.

A tiroxina tem ação anabólica, atuando no eixo do hormônio de crescimento, auxiliando no crescimento muscular. No entanto, estudos mostram que variações no gene TRHR alteram sua afinidade pelo TRH e, assim, impedem a liberação adequada de TSH, o que reflete nos níveis de T3 e T4. 

O alelo T (rsrs16892496) parece contribuir para a redução dessa afinidade do TRH, o que predispõe a um menor desenvolvimento da massa muscular magra.

Como a capacidade de gerar força está associada à quantidade dessa massa, indivíduos que apresentam menor quantidade podem apresentar menores níveis de força pico produzida, quando comparados a indivíduos com o genótipo G/G. 

Logo, como reflexo, o genótipo G/G leva a uma maior contribuição para ganho de massa muscular e melhores desempenhos nos treinamentos de força e de potência muscular. 

REFERÊNCIAS: 

Liu et al. Genome-wide Association and Replication Studies Identified TRHR as an Important Gene for Lean Body Mass. American Journal of Human Genetics, 2009.

Lunardi et al. Association between polymorphisms in the TRHR gene, fat-free mass, and muscle strength in older women. AGE, 2013.