Essa publicação visa explicar de forma resumida a relação do Gene PPARG com a prática nutricional. Se você está começando agora a trabalhar com testes nutrigenéticos, não deixe de ler nosso conteúdo sobre o que são testes nutrigenéticos e como eles podem enriquecer sua prática clínica.

Gene: PPARG

Nome: Receptor Gama-Ativado do Proliferador de Peroxissomos

Este gene codifica um receptor encontrado no núcleo das células, sendo ele importante na formação e desenvolvimento das células de gordura (adipócitos).

Como a proteína é um receptor nuclear, quando certas moléculas se ligam a ela (por exemplo, as prostaglandinas), ela pode se acoplar diretamente ao DNA, influenciando a expressão de genes específicos. Por esse mecanismo, o PPARG regula o armazenamento de ácidos graxos e o metabolismo da glicose.

A variações testadas alteram a afinidade para a ativação dos genes-alvo, resultando em um efeito aumentado ou reduzido no estímulo da expressão dos genes que regula. O alelo G está associado a um efeito protetor contra excesso de peso, e também reduz a sensibilidade à insulina.

Variações de resultado

Resultado C/C:

Indivíduos com genótipo CC tem maior probabilidade de serem mais sensíveis aos efeitos negativos das gorduras e dos carboidratos refinados na dieta, e ao estilo de vida sedentário.

Também foi relatado que maiores proporções de gorduras monoinsaturadas (MUFA) e poliinsaturadas (PUFA) em relação às gorduras saturadas estão ligadas a um menor IMC nesse genótipo.

Resultados C/G e G/G:

Estes genótipos não estão associados ao aumento da sensibilidade a carboidratos refinados e a gorduras saturadas.