Já imaginou seguir um plano alimentar feito a partir das suas características genéticas? É isso que a nutrigenética, ou como ficou popularmente conhecida, Dieta do DNA, permite fazer!

Neste artigo explicaremos o significado da expressão e muito mais.

Como e quando surgiu a Dieta do DNA?

A expressão Dieta do DNA surgiu após o início dos anos 2000, a partir do “Projeto Genoma”, iniciativa que foi responsável por fazer um mapeamento dos genomas presentes no corpo humano. Após os avanços do projeto genoma, iniciaram-se novos estudos sobre a interação entre a genética e os hábitos alimentares.

Um dos estudos que surgiu com esses avanços, foi a Nutrigenética, ou “Dieta do DNA” como ficou popularmente conhecida.

Como é feito e como conseguir um plano alimentar nutrigenético?

Uma vez que já entendemos como e quando a nutrigenética surgiu, é hora de entender como é feito e como obter um plano alimentar baseado nas suas informações genéticas.

Como é feito o plano alimentar nutrigenético?

O plano alimentar nutrigenético, resumidamente, faz uma leitura das suas características genéticas e a forma como os seus genes se relacionam com os nutrientes no seu organismo. Dessa forma, é possível identificar como você reage às modificações na dieta. Alguns aspectos como:

  • Capacidade de metabolização de carboidratos e gorduras saturadas;
  • Predisposição a desenvolver dislipidemia, diabetes mellitus tipo 2, hipertensão e obesidade;
  • Necessidades de vitamina D e vitamina B;
  • Influência genética na escolha de alimentos, compulsão alimentar e sensação de fome;
  • Reação ao estresse;
  • Resposta inflamatória e necessidade de ômega-3;
  • Necessidade de antioxidantes e capacidade de detoxificação;
  • Sensibilidade ao glúten, álcool e cafeína;
  • Tendência a desenvolver intolerância a lactose

Assim, aliado com outros métodos de análise clínica, é possível suprir da melhor forma suas necessidades nutricionais.

Como eu posso obter esse plano alimentar?

Para elaborar o plano alimentar baseado na nutrigenética, é necessário fazer um teste genético nutricional para obter as informações presentes no seu sequenciamento genético. Em seguida, após obter os resultados do seu teste, o ideal é que procure um nutricionista ou profissional da saúde que atue com nutrigenética. Assim, aliando suas características genéticas com outros métodos de análise clínica, ele conseguirá criar o plano alimentar ideal para você.

O que é um teste genético nutricional e como eu faço?

Um teste genético nutricional é uma análise, feita em laboratório, capaz de identificar em seu DNA informações sobre as interações que ocorrem entre os alimentos e suas características genéticas. Neste teste a partir da análise de uma amostra sanguínea, algum tipo de tecido corporal ou um pouco de saliva, é feito um mapeamento genético.

Cada empresa desenvolve seus testes voltados para identificar características específicas. A exemplo disso nós da DGLab desenvolvemos testes baseados em genes que realmente são utilizados por nutricionistas e profissionais na prática clínica.

Como eu faço o meu teste genético?

Há algumas formas de fazer um teste genético. Mas, basicamente, todos seguem um processo com as seguintes etapas:

  1. Coleta de amostra com um profissional;
  2. Análise em laboratório e elaboração do laudo;
  3. Entrega de resultados.

Para fazer o nosso teste, é necessário que o seu nutricionista seja um parceiro, para adquirir um kit de coleta através do nosso site.

No nosso processo, cada etapa é feita da seguinte forma:

  1. O Nutricionista solicita o seu kit de coleta no nosso site.
  2. Após receber o kit de coleta você deve extrair uma amostra de saliva.
  3. Em seguida o seu nutricionista encaminhará a amostra para o nosso laboratório.
  4. A partir do momento que a recebemos a amostra em nosso laboratório, iniciamos o processo de análise laboratorial e, por fim, a elaboração do laudo.
  5. Por fim, com o laudo pronto, os resultados são enviados através do e-mail cadastrado no termo de consentimento que acompanha o kit de coleta.

É, simples assim!

O que pensamos sobre o plano alimentar nutrigenético?

Acreditamos que a nutrigenética possui um potencial enorme para auxílio da manutenção da saúde e elaboração de planos alimentares. Ela permite que o profissional da saúde tenha uma quantidade maior de informações a respeito de seus pacientes e, dessa forma, tomar decisões mais assertivas.

Entretanto, vale ressaltar que não existe um método milagroso de emagrecimento. Devemos sempre procurar um profissional da saúde, pois somente ele será capaz de avaliar e indicar qual o plano ideal para você alcançar os objetivos que deseja e, dessa forma, garantir sua saúde e qualidade de vida.