Você sabe como tomar vitamina D? A anos vemos e ouvimos falar sobre a vitamina D e seus benefícios para a nossa saúde. Mas você sabe onde encontra-la? Confira neste post.

O que é a vitamina D?

A vitamina D é um agente importantíssimo que auxilia em algumas funções fundamentais do nosso organismo. Dentre os seus benefícios, ela atua, mais efetivamente, na saúde óssea e na manutenção da qualidade do metabolismo do cálcio. Por muito tempo acreditou-se que essa era a única função dela, porém, hoje sabemos que ela também é importante, por exemplo, no controle da pressão arterial e síntese de antibióticos.

Além disso, estudos comprovam que a vitamina d pode influenciar em aproximadamente 3% do DNA humano, de forma direta ou indireta.

Como tomar a vitamina D?

Basicamente, existem 3 formas de tomar a vitamina D. Sendo elas através do sol, dos alimentos e por meio de suplementação.

1- Através do sol.

A principal forma de tomar vitamina D é o sol. Aproximadamente 85 a 90% da vitamina d é produzida através da exposição ao sol. Segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), é recomendado tomar banho de sol de 5 à 10 minutos, no início da manhã, ou no final da tarde.

Entretanto a estação do ano, proximidade da linha do equador e a quantidade do pigmento melanina influenciam na absorção da vitamina D. Analogamente, pessoas que vivem em locais mais afastados da linha do equador, onde a incidência dos raios solares é menor, necessitam de um tempo maior de exposição ao sol para obter as quantidades necessárias da vitamina.

2- Através dos alimentos

Através da dieta também é possível suplementar vitamina d, mesmo que poucos, existem alimentos que possuem vitamina D em sua composição. Alguns de origem animal e outros de origem vegetal.

Nos alimentos de origem animal, nós temos a vitamina D3, que pode ser encontrada em maior concentração no ovo e nos peixes gordurosos de água fria e profunda, como atum e salmão.

Já nos vegetais temos a vitamina D2. Podendo ser encontrada, em maior abundância, em fungos comestíveis como cogumelo paris.

3- Através de suplementação.

Por fim, há também a ingestão da vitamina D por meio de suplementos. Porém, neste caso é recomendado buscar acompanhamento com um profissional qualificado, para adicionar se necessário, a suplementação da vitamina D na sua dieta nas quantidades ideais.

No geral, não há um sinal específico que determine se há a necessidade de suplementar vitamina D ou não. No entanto existem métodos de análise clínica, como testes genéticos, que podem detectar a necessidade de vitamina D no seu organismo.

Por que devemos tomá-la?

Assim como a maioria das vitaminas, a vitamina D possui um papel importantíssimo para a regulação de algumas funções do nosso organismo. Como dito anteriormente, ela é fundamental na manutenção da saúde óssea, síntese de antibióticos e até mesmo no controle da pressão arterial.

Além disso, ela atua também no controle das funções essenciais para manutenção da homeostase sistêmica, como a regulação do sistema imunológico, cardiovascular e no metabolismo da insulina.

Ou seja, devemos tomar a vitamina D pois ela exerce um papel importantíssimo em muitas das funções vitais do nosso organismo e a sua falta pode diminuir a efetividade de algumas dessas funções, sendo muito prejudicial à saúde.