Projetos

Supera-Ação COVID-19

DGLab permanece com força total para o diagnóstico da COVID-19

O ano de 2020 terminou, mas a COVID-19 entrou 2021 ainda mais forte, fazendo cada vez mais vítimas em todo o mundo. E a DGLab não parou nenhum dia de realizar os exames de RT-PCR desde que começou essa atividade, há quase um ano. Hoje já testamos o equivalente a mais de 10% da população de Ribeirão Preto (SP), mas o trabalho é contínuo e árduo, especialmente no momento atual. 

No final do ano passado, na ocasião em que o número de casos de COVID-19 parecia estar reduzindo, uma nova onda de infecções veio com tudo. “É o que estamos observando, com o aumento da mobilidade excessiva na nossa região e no País”, descreve Rodrigo Stabeli, diretor de Pesquisa da FioCruz do Estado de São Paulo, em conversa com a DGLab. 

Com isso a pandemia tem registrado um enorme impacto no sistema de saúde, particularmente no Brasil, onde os números de infectados e mortos vêm aumentando consideravelmente dia após dia. 

Um dos problemas é que apesar da fiscalização ter avançado, ela ainda é insuficiente para controlar a transmissão do vírus – tanto é que medidas mais radicais vêm sendo adotadas em vários estados e municípios. 

Por outro lado, os serviços que abastecem o sistema público com diagnósticos precisos têm um efeito extremamente importante, como é o que acontece em Ribeirão Preto. “Temos o privilégio de participar como parceiros do SUPERA-Ação, permitindo uma vigilância mais ativa e o isolamento das pessoas infectadas – assim, conseguimos dar a elas um tratamento rápido e adequado”, explica o diretor da FioCruz. 

E os números não mentem. O movimento demonstra um impacto bastante positivo no município: até o momento, já foram computados mais de 79 mil diagnósticos, os quais são imprescindíveis para uma rápida tomada de decisão e isolamento do paciente infectado. Analisando os dados de Ribeirão Preto, é notório o impacto do projeto quando se observa que 59,7% dos casos (positivos e negativos) foi a DGLab que diagnosticou por meio da RT-PCR. “

Também é possível notar a importância do projeto quando se verifica a rápida regressão de casos suspeitos logo quando enfrentamos a primeira onda, se compararmos com outras cidades da região”, ressalta Marcus Vinícius Pomini, colaborador técnico do Supera-Ação e um dos responsáveis pelo PICOVID, um observatório que reúne dados e estatísticas interativas sobre a situação epidemiológica de vários municípios no intuito de informar tanto gestores da saúde quanto a população em geral (https://www.picovid.com.br/).

Mas infelizmente o que chama mais a atenção é que a projeção é a de que 2021 terá um aumento considerável da doença. “É por isso que o SUPERA-Ação continua sendo uma das ações mais importantes, pois sem diagnóstico não tem como fazer vigilância e controle da doença. Então espero que essa parceria com a FioCruz se prolongue para que essa ação continue a todo vapor este ano”, conclui Stabeli.

Informações extras

>>> 3,03% dos testes RT-PCR do Estado de São Paulo foram realizados na DGLab (23/03/21).

>>> 0,46% dos testes RT-PCR do Brasil foram realizados na DGLab (17/02/21).

Referências

Testes RT-PCR realizados em território nacional: https://viz.saude.gov.br/extensions/DEMAS_C19Insumos_TESTES/DEMAS_C19Insumos_TESTES.html (acesso em 24/03/21)

Testes RT-PCR realizados no estado de São Paulo:

https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/simi/testes/ (acesso em 24/03/21)

Testes RT-PCR realizados na DGLab:

https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiOTkyNDc0Y2QtZGI5NS00YTczLTk1MTctOTk5MjEyMDRlY2MzIiwidCI6IjdhYjY0MzU5LTkzZjEtNDgxYS04ZmQ0LWIxZmE3YTUwZjgwMyJ9 (acesso em 24/03/21)

Observação: por conta do grande volume de informações, os dados encontrados nos sistemas do Ministério da Saúde podem divergir daqueles encontrados na Secretaria de Saúde do Estado.

Supera-Ação COVID-19

Confira como foi o projeto até agora!

A iniciativa SUPERA Ação, da qual a DGLab faz parte, realizou em Abril os primeiros testes para detecção da COVID-19. Colaborar nesta ação é motivo de muito orgulho para nós! Por isso viemos compartilhar com vocês um pouco mais sobre ela.

Início

Este movimento surgiu entre empreendedores cujas empresas estão instaladas no SUPERA Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto. Em um curto espaço de tempo, de forma solidária, eles se juntaram para viabilizar o diagnóstico da COVID-19 na cidade. 

O planejamento foi dividido em duas fases. A primeira, iniciada recentemente, tem como meta inicial a realização de 5 mil testes genéticos, usando RT-PCR. Já a segunda fase tem como objetivo a realização de 25 mil testes rápidos. Ambos os métodos servem para o diagnóstico da doença – confira aqui uma breve explicação e as diferenças entre eles.

Iniciativa de startups para fazer testes de coronavírus em Ribeirão Preto

Os testes

RT-PCR é um teste de genética molecular que consegue identificar o RNA do vírus na amostra coletada do paciente. Esta técnica permite detectar a infecção antes mesmo do aparecimento dos sintomas, antecipando o isolamento do indivíduo e evitando a contaminação de mais pessoas. Apesar de ser considerado o “padrão ouro”, o exame e a análise dos resultados são mais complexos, pois são realizados apenas por laboratório com equipamentos específicos e pessoas especializadas. 

Como o SUPERA Ação uniu startups com equipe e estrutura laboratorial de primeira qualidade, essa barreira foi derrubada. Além disso, graças a investimentos em insumos e tecnologias, além da experiência dos voluntários na otimização dos processos, estamos conseguindo entregar os resultados em até 48 horas. Vale ressaltar que para a realização desses testes o processo passou por avaliação, e foi credenciado pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo.

Já os testes rápidos podem ser divididos em dois tipos: os que identificam proteínas do vírus, e aqueles que detectam a presença de anticorpos específicos produzidos pelo sistema imunológico contra a infecção viral. Estes métodos, no entanto, não conseguem detectar a doença no início da infecção, mas somente algum tempo após o aparecimento dos sintomas. Por outro lado, o resultado é obtido rapidamente, em alguns casos em apenas 15 minutos. Atualmente existe uma dificuldade mundial de compra de testes rápidos, que por serem mais simples têm maior demanda.

Startups envolvidas no projeto SUPERA-Ação

A iniciativa realizará ambos os testes

O importante é que ambos os testes têm suas diferenças, mas se complementam, e o movimento SUPERA Ação está engajado em realizar os dois. Mais importante ainda é vivenciar tudo isso, que só foi possível com a união de empresas que doaram seu tempo e sua expertise em prol dessa causa tão nobre.


Na DGLab, além da realização dos exames de RT-PCR em nosso laboratório, nossa equipe também participa ativamente das operações que demandam logística, coordenação de processos e sistemas de integração de dados.


Qualidade em pesquisas e desenvolvimento, união e solidariedade são importantes pilares da DGLab, e é através deles que temos a certeza de que iremos superar os desafios da COVID-19.Vale ressaltar que a SUPERA Ação é uma iniciativa sem fins lucrativos e conta com a ajuda de doações para a realização dos testes.


Confira mais informações, e como ajudar, no link: https://www.superacaocovid19.com/.

Timeline do projeto

Confira como está o andamento do projeto!

Abril/2020

Início do projeto

15/06/2020

5.000 testes RT-PCR realizados

10/07/2020

10.000 testes RT-PCR realizados

13/08/2020

20.000 testes RT-PCR realizados

15/11/2020

40.000 testes RT-PCR realizados

22/03/2021

79.000 testes RT-PCR realizados

Em breve!

Confira as informações em tempo real!